Com índice de apenas 53% de cobertura, o Departamento de Saúde de Palmas, sul do Paraná, está intensificando a mobilização pela vacinação contra a gripe de crianças de 6 meses a menores de 5 anos, doentes crônicos, idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto, presos e funcionários do sistema prisional, além da população indígena.

DSC_0277
  • Compartilhe no Facebook

Prefeito Hilário Andraschko já recebeu a dose

Conforme a responsável pelo setor, Daiane Muller, para alcançar a meta do Ministério da Saúde novo Dia D está marcado para o próximo sábado (14) das 08h00 às 17h00 na Praça do Senhor Bom Jesus, Posto de Saúde e Unidades Básicas da Klubege, São Sebastião do Rocio e Lagoão. Além disso, na próxima semana, de 16 a 19 de Maio, a Sala de Vacinas da Unidade Central estará funcionando até às 21h00.

Informou que o índice de cobertura em Palmas de 53,07% está abaixo do verificado no país, que é de 61,12%. Até esta quarta-feira(11), o município aplicou 4.933 das 9.200 doses estabelecidas como meta. Recomendou que as pessoas procurem as unidades de vacinação o mais breve possível para ficarem imunizados e prevenidos contra a gripe. A campanha vai somente até o próximo dia 20.

Do total de 3.730 crianças que devem ser vacinadas, apenas em 1.586 receberam as doses, percentual de 42.52%. Para as pessoas com mais de 60 anos, foram aplicadas 2.017 das 3.347 doses(60.26%). Entre as 641 gestantes, apenas 260 receberam a dose (40.56%).

DSC_0283
  • Compartilhe no Facebook

Imunização do Diretor de Saúde, Mário Sergio G. Camargo .

As vacinas são trivalentes, ou seja, imunizam contra três tipos de vírus diferentes. A composição da vacina é recomendada anualmente pela OMS, com base nas informações recebidas de todo o mundo sobre a prevalência dos vírus circulantes. Dessa forma, a cada ano a vacina da gripe muda, para proteger contra os tipos mais comuns de vírus da gripe naquela época.