Neste mês de setembro a secretaria municipal de Saúde da Prefeitura de Francisco Beltrão realizou o 5º LIRA (levantamento rápido do índice de infestação) que mede a incidência do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. O resultado foi 0,8%, considerado de baixo risco. No levantamento anterior, realizado em julho, o índice foi 0,7%, o que demonstra a estabilidade do controle.

Foram encontrados focos do aedes nos bairros Cristo Rei, Marrecas, Jardim Seminário e Luther King, principalmente em vasos de flores, barris, panelas, caixas d’água e carcaças de máquinas de lavar roupas. Segundo o secretário municipal de Saúde, Manoel Brezolin, “mesmo com a obtenção do índice aceitável é preciso intensificar as ações de remoção dos criadouros nas residências e nos ambientes de trabalho”.

“Não somente agora que possuímos uma mudança climática favorável ao aumento do mosquito, mas devemos ter este hábito como uma rotina o ano todo”, afirma Manoel. Ele fala ainda que o fumacê leve tem sido aplicado de forma restrita em todo o Paraná. “Atualmente estamos desabastecidos do insumo, que é de competência Federal”, explica o secretário. Até o momento foram notificados 291 casos como suspeitos de dengue em Francisco Beltrão, sendo que 263 descartados e 13 confirmados, sendo 06 autóctones e 07 importados.

 

Confira a matéria na íntegra com a diretora do setor de Vigilância em Saúde de Beltrão, Andréa de Almeida:

Fonte: Assessoria.