Os pacientes que moram na região e que necessitam fazer hemodiálise poderão receber o atendimento em Palmas, sul do Paraná, caso a proposta de implantação do serviço localmente torne-se realidade.

A reivindicação foi apresentada durante reunião promovida pela ACIPA (Associação Comercial e Empresarial de Palmas), em seu auditório, na noite da última quarta-feira (30) e que contou com a presença do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Valdir Rossoni (PSDB); o prefeito do município, João de Oliveira (PMDB); o vice, Nestor Mikilita, vereadores de Palmas e Coronel Domingos Soares, empresários do setor industrial e comercial, profissionais de saúde e população para discutir questões relacionadas á saúde pública do município.Também estiveram presentes a promotora, Juliana Weber e a diretora do IFPR,campus Palmas, Dra. Ivania Marini Piton.

Na oportunidade foi pedida a intervenção do deputado junto ao governo do estado para que possa ser implantado, numa parceria com o Hospital Santa Pelizzari, o serviço de hemodiálise, bem como sugerida a criação de um Consórcio entre os municípios Palmas, Mangueirinha, Clevelândia, Honório Serpa, Coronel Domingos Soares, Reserva do Iguaçu e Foz do Jordão que já teriam manifestado apoio ao projeto e que permitirá atender aos pacientes de todos os municípios.

Como encaminhamento do encontro em Palmas uma reunião está previamente agendada para após o carnaval envolvendo os secretários de saúde de cada um dos municípios propostos com o Secretário de Saúde do Paraná, Michele Caputo Neto.

CIRURGIAS ELETIVAS

Outra reivindicação apresentada ao parlamentar pelas lideranças de Palmas diz respeito a participação do governo estadual para redução da fila de espera por cirurgias eletivas, em que em Palmas há aproximadamente 600 pessoas aguardando, algumas há quatro anos.

A proposta é que o governo do estado possa estabelecer um convênio com o Hospital Santa Pelizzari e através de um repasse mensal de recursos, e que as cirurgias sejam realizadas na estrutura hospitalar em Palmas, a exemplo do que ocorreu em União da Vitória, que como lembrou o deputado Rossoni, o governo estadual assinou um convênio com o Hospital Regional de Caridade Nossa Senhora Aparecida, que recebe mensalmente do governo do estado praticamente zerando a fila de pacientes que aguardavam pelo procedimento, conforme confirmaram representantes da Regional de Saúde, que participaram da reunião de Palmas.