Ministério Público e Secretaria de Saúde de Palmas deverão intensificar a fiscalização em estabelecimentos comerciais que estejam funcionando em desacordo com determinação municipal que visa o controle da propagação do Coronavírus.

A medida foi anunciada pelos promotores de Justiça, Alexsandro Luiz dos Santos e Saulo Costa Fernandes de Negreiros, pelo secretário de saúde, Flavio Posseti, e pelo procurador do município, Bruno Walmor Barbosa, durante a programação da Rádio Club nesta terça-feira (07).

A partir da tarde de hoje, os órgãos iniciarão o trabalho de inspeção presencialmente nos estabelecimentos. A primeira etapa será realizada na área central da cidade.

De acordo com o promotor Alexsandro Luiz dos Santos, os estabelecimentos que estiveram em desacordo serão multados e os seus responsáveis detidos, sendo autuados por infração penal.

Ouça a entrevista no player abaixo: