Condutores e socorristas do Samu 192 da região sudoeste poderão cruzar os braços essa semana, após o sindicato aprovar no início do mês o indicativo de greve. Os profissionais que reivindicam piso salarial de R$ 1400, aumento no vale alimentação dos atuais 215 para R$ 250 e abono salarial de R$ 150. Atualmente o repasse do abano é de R$ 120.

Nesta terça-feira (17) está prevista uma reunião de negociação entre o Ciruspar – Consórcio Intermunicipal da Rede de Urgências do Sudoeste e os sindicatos que representa as categorias. Caso as negociações não avancem, os profissionais param de trabalhar às 14h00 do dia 19.

As negociações com o Ciruspar iniciaram em outubro do ano passado e não avançaram. Em abril houve um repasse de 9,9% que segundo os profissionais é apenas correção das perdas dos últimos 12 meses.

Durante a manhã o RBJ tentou contato com o Ciruspar em Pato Branco, mas não obteve respostas.