Começou, hoje, segunda-feira, dia 07 de outubro, a primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo para as crianças de seis a meses a quatro anos de idade. O Dia “D” de Mobilização Nacional será em 19 de outubro. A campanha terá sequência até 25 de outubro. Em Francisco Beltrão a secretaria municipal de Saúde vai disponibilizar a vacina em todas as unidades de saúde. Devem ser imunizadas somente as crianças que ainda não receberam a vacina.

A priorização do grupo das crianças na primeira etapa deve-se à elevada incidência da doença nesta faixa etária, nos surtos registrados em 2019. As crianças menores de 5 anos apresentam maior risco de desenvolver complicações como cegueira, encefalite, diarreia grave, infecções no ouvido, pneumonias e até mortes. De acordo com Kátia Schmidt, do setor de Vigilância Epidemiológica da secretaria, o envolvimento dos pais ou responsáveis é fundamental importância no processo de controle da doença. Quando procurar a unidade de saúde com a caderneta de vacinação para avaliação e registro.

Vacinação de adultos

No período de 18 a 30 de novembro acontecerá a segunda etapa para adultos não vacinados com idade entre 20 e 29 anos, sendo que o Dia D da mobilização nacional será em 30 de novembro. Nesta faixa etária o número de casos confirmados também é expressivo. Quando procurar a unidade de saúde, a pessoa deve apresentar a caderneta de vacinação e documento pessoal. Porém, se não tiver carteira de vacinação também deve procurar as unidades de saúde.

Sarampo

O Sarampo é uma doença infecciosa e aguda. É transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbitos, particularmente em crianças desnutridas e menores de cinco anos de idade. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias, no período de quatro a seis dias antes do aparecimento de erupções avermelhadas até quatro dias após.

Nos últimos anos casos de sarampo têm sido reportados em várias partes do mundo e segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) os países dos continentes europeu e africano registraram o maior número de casos da doença. No Brasil, depois do país receber em 2016 o certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo pela OMS, que declarou a região das Américas livre do sarampo, em 2018 volta a aparecer casos da doença, inclusive em forma de surto.

A situação mais grave da doença é nos estados de Roraima e Amazonas. Neste ano 17 estados apresentam casos positivos, inclusive o Paraná com 39 casos confirmados. O estado de São Paulo é o que apresenta mais casos positivos, com 3.400 confirmados. Quem for viajar, principalmente para São Paulo, deve atualizar a caderneta de vacinação pelo menos 15 dias antes da viagem.

Em Francisco Beltrão não foi registrado nenhum caso positivo de sarampo. Até o momento foram 3 casos suspeitos e todos descartados. Todas as unidades de saúde da  cidade e do interior do município terão a vacina disponível durante a campanha. O horário de atendimento destas unidades é das 07h30 às 11h30 e das 13h00 às 17h00.

Em entrevista a Rádio Onda Sul FM, a Enfermeira, Kátia Schmidt, que atua no setor de Vigilância Epidemiológica, em Francisco Beltrão, falou sobre a campanha de vacinação contra o Sarampo, no município.

Confira o áudio na íntegra:

Assessoria PM