A Regional Pato Branco do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) realizou, durante todo o mês de setembro passado, a Operação de Intensificação da Fiscalização de equipamentos médico-hospitalares e odontológicos nos municípios sudoestinos. Os fiscais estiveram em todos os hospitais da região e nas principais clínicas de saúde.

Gilmar Ritter, coordenador da Fiscalização na Regional PB do Crea-PR, relata que foram fiscalizados 15 estabelecimentos de saúde, entre hospitais e clínicas, com 58 relatórios de fiscalização. “O objetivo foi verificar a presença dos responsáveis técnicos pela manutenção dos equipamentos elétricos, eletrônicos e mecânicos”, conta.

Segundo Ritter, além de equipamentos de diagnóstico (Raio-X, tomografia, ressonância, entre outros), também foram verificados aparelhos de esterilização e caldeiras. “Os equipamentos ligados ao setor de Saúde devem ter manutenção periódica realizada por profissionais qualificados para garantir segurança e qualidade dos resultados”, adverte o coordenador.

O Engenheiro Eletricista Henajer Luis Stella, Inspetor na Inspetoria de Francisco Beltrão do Crea-PR, acrescenta outras áreas de abrangência da fiscalização. “Além de verificar a responsabilidade técnica em toda parte de equipamentos eletroeletrônicos, de tomografia, ressonância e Raio-X, é também verificada a presença de profissionais habilitados na manutenção do sistema elétrico de sustentação, inclusive de geradores para situações de emergência em UTIs e centros cirúrgicos”, exemplifica o Engenheiro.Henajer ressalta o trabalho dos Engenheiros em uma grande gama de aparelhos utilizados no setor de saúde.

“Há necessidade de calibração periódica e as empresas responsáveis devem emitir laudos de que os equipamentos estão adequados para as funções. O trabalho dos Engenheiros é importante para garantir a precisão e confiabilidade dos equipamentos e o resultado dos exames”, completa.

 

Fonte: Assessoria.