A Sociedade Brasileira de Pediatria divulgou nesta segunda-feira (29) um novo levantamento sobre o número de leitos pediátricos no país. O estudo feito com base no CNES (Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde), do Ministério da Saúde, revelou que nos últimos nove anos o Brasil desativou 15,9 mil leitos de internação, uma redução de 26,6%. No Paraná foram 1.204 leitos a menos, uma diminuição de 31%.

Membro da diretoria da SBP, o pediatra Gilberto Pascolat, explica que parte desta diminuição é positiva, pois ela demonstra menos internações por doenças como diarreia, pneumonia e meningite, resultado do aumento da vacinação e da prevenção. “O H1N1 fez com que a pessoas se cuidassem mais, seja usando álcool gel, lavando as mãos”, diz.

Por outro lado, diz Pascolat, há uma tendência geral de falta de investimentos na pediatria. Isso ocorre porque a especialidade não gera tanto lucro quanto as outras, exigindo menos exames e procedimentos. “Os hospitais não investem em pediatria por isso”, destaca.

Fonte: Paraná Portal