Foi realizada, na ultima quarta-feira(27), em Coronel Domingos Soares a Audiência Pública de prestação de contas dos recursos aplicados no setor público de saúde. Na presença da prefeita Dona Maria, também foram apresentados relatórios dos procedimentos realizados entre janeiro e abril deste ano. Os dados preliminares estão sujeitos a alterações.

Conforme o relatório preparado pelos técnicos e colaboradores do setor,  em razão da pandemia do novo coronavírus,  foram procedidas mudanças no atendimento dos usuários. As Unidades Básicas de Saúde do interior tiveram atendimentos suspensos, temporariamente, para que a Unidade Central organizasse e sistematizasse os procedimentos emergenciais. Também foram alterados agendamento e realização de exames, a retirada de medicamentos e atendimentos eletivos.

Conforme os dados apresentados na Câmara de Vereadores pelo Técnico em Saúde Pública, Edson Luiz Fávero, foi aplicado o montante de R$ 1.630.239,65, o equivalente a 21,43% da arrecadação municipal, ultrapassando em 6,43% o mínimo exigido por lei.

Dentre as despesas destacam-se os gastos com contratação de médicos, hospital, manutenção da frota, medicamentos, raio X e contratação de cirurgiões dentistas. Com o objetivo de incrementar e financiar ações de enfrentamento ao COVID-19 , o governo federal  destinou R$ 113.066,39 ao município.

Os atendimentos de consultas de médicos e profissionais de nível superior totalizaram 9.919, sendo 94,18% dos atendimentos efetuados no próprio município. Foram realizados 4.858 exames laboratoriais e 561 exames não laboratoriais. A farmácia municipal entregou 748.427 unidades de medicamentos, atendendo 3.458 receitas. Foram realizadas 21 cirurgias eletivas. O relatório da Ouvidoria da Saúde registrou apenas três manifestações relativas a medicamentos especializados, elogio a profissional da Saúde Pública e sobre o  Coronavirus.

METAS FISCAIS E EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA

As contas públicas do município de Coronel Domingos Soares fecharam com saldo de pouco mais de R$ 2 milhões de reais. As arrecadações totalizaram R$ 10,016 milhões e as despesas R$ 7,9 milhões. Os dados das Metas Fiscais e Execução Orçamentária foram  apresentados em Audiência Pública na Câmara de Vereadores,  TAMBÉM na última quarta-feira (27) em atendimento a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Conforme os demonstrativos, os maiores volumes de recursos foram aplicados com pessoal e encargos, R$  4,5 milhões; Departamento Saúde, R$ 2,4 milhões( 30,64%); Educação, R$ 2,3 milhões(29,09%); Infraestrutura, R$ 1.3 milhões (17,16%). Para a Câmara de Vereadores foi repassado R$ 440 mil reais