A Equipe do SAMU salvou um menino encontrado desacordado e boiando em uma piscina em Clevelândia, Sudoeste do Paraná. Ao adotar os protocolos de afogamentos os socorristas conseguiram trazer de volta à vida o garoto de dois anos. O fato ocorreu ainda no dia 12 de março, mas só agora divulgado pela Assessoria do Ciruspar – Consórcio Intermunicipal de Urgências e Emergências, que gerencia o SAMU no Sudoeste do Paraná.

O afogamento ocorreu em uma fazenda com o filho dos chacareiros. Ao não perceberem o menino brincando e o cachorro latindo sem parar, saíram em busca e  encontraram-no boiando na piscina da propriedade, já desacordado. Com auxílio dos patrões e funcionários, o garoto foi colocado no carro e iniciada uma massagem cardíaca até a chegada ao Hospital  São Sebastião, onde foi recebido pela equipe de plantão na qual estava a técnica de enfermagem, Liliane do Prado, que é também socorrista do Samu 192 Sudoeste.

Com auxílio de outra  profissional da área, Cinara Borges, também vinda do Samu de Balsas, no Maranhão, perceberam que o menino estava em parada respiratória. Como conheciam e já praticam o Protocolo de Afogamento em crianças, iniciaram a ventilação e a massagem cardíaca.

O atendimento da equipe do Pronto Socorro do hospital teve sequência com o acionamento da Central de Regulação do Samu 192 e encaminhamento da equipe Alfa 1, da Base de Pato Branco, que deslocou o médico, Osvaldo Gonçalves Ramos Junior, a enfermeira Ana Claudia Wichmann e o condutor, Nogueira Filho. Eles realizam a entubação no menino e fizeram a transferência dele, em vaga zero, para o Hospital São Lucas de Pato Branco.

O menino de dois anos ficou em 24 horas na UTI e na outra manhã foi para o quarto, onde permaneceu em observação mais 24 horas e recebeu alta nesta terça-feira (14).