No Paraná, a campanha de vacinação contra a gripe incluiu novos grupos para imunização. Além dos grupos preconizados pelo governo, cobradores e motoristas de ônibus de transporte público, cuidadores de pessoas vulneráveis (como idosos e acamados) e população em situação de rua também passam a ter direito a vacinação.

Em Francisco Beltrão a campanha segue, principalmente com foco nas gestantes (82%) e crianças (67%), cuja meta de 90 % não foi alcançada. A vacina está disponível em todas as unidades de Saúde. Com horário diferenciado, principalmente para os trabalhadores, o Centro de Saúde da Cango atende das 7h até as 19 horas, sem fechar ao meio dia.

Segundo a Enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Catia Schmitz, “a nossa prioridade é com esses dois grupos porque a gente precisa atingir a meta. Agora espero que as pessoas procurem, por mais que o frio já chegou, mas enfim, ainda tem vacina”.

Para os novos grupos que passam a integrar a campanha no ato da vacinação é necessário apresentar um comprovante da profissão que exerce. Os cobradores e motoristas de ônibus de transporte público devem apresentar o crachá da empresa. Cuidadores de pessoas vulneráveis devem comparecer com declaração do médico do doente ou acamado.