“Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura! ”. (Mc 16, 15).

Este foi o mandato de Jesus a seus Discípulos, logo após Sua Ressurreição, e é também o mandato do Divino Mestre a cada um de nós, para deixarmos nossa comodidade e ir ao encontro do outro. Somos uma Igreja de portas abertas, tanto para acolher àqueles que estão do lado de fora, quanto para sair e anunciar o Evangelho da Alegria de Jesus Cristo.

Dos dias 15 a 22 de dezembro de 2016, os Seminaristas da Diocese de Palmas-Francisco Beltrão (Os que concluíram o Seminário Menor – Palmas, os concluintes da Etapa do Seminário Propedêutico Jesus de Nazaré – São João e do Seminário de Filosofia Bom Pastor – Francisco Beltrão), reuniram-se em Pato Branco para realizar uma Pastoral de Férias, que acontece anualmente, após o término das atividades no Seminário, que é mais caracterizado por aprender teorias de missão, de Pastoral, porém nem sempre temos isso na prática, podendo fazer essa experiência durante este período de Missão.

Padre César Antonio Pôggere (Reitor do Seminário Propedêutico) visitou os doentes do Bairro Planalto, levando-lhes a oportunidade de realizar o Sacramento da Reconciliação e também a Unção dos Enfermos.

Os Seminaristas foram divididos em dois grupos, realizando benção nas casas, nos bairros Planalto (Paróquia Nossa Senhora de Fátima) e Alvorada (Paróquia Cristo Rei).

Ficamos hospedados nas casas das famílias, fazendo com elas uma experiência de encontro, convivendo e participando de suas atividades como se fosse nossa própria família.

Esta atividade tem como objetivo, além de proporcionar aos seminaristas experiência Missionária e Pastoral, também faz-nos levar, anunciar o viver do próprio Jesus Cristo, através de nossas ações durante estes dias. Pudemos perceber claramente o quanto Nosso Senhor ainda precisa ser anunciado, para que Ele se torne conhecido e amado.

Nossa Pastoral de férias foi organizada pelo Padre Marcelo Holdefer, pároco da Paróquia Cristo Rei, juntamente com os formadores dos Seminários, que nos ofereceu uma pequena visão de como é a vida de nossos Sacerdotes, cujo tempo distribui-se entre as Missas nas comunidades, a visita às casas, aos doentes e também a parte administrativa de nossas paróquias.

Pedimos que rezem sempre por nossos Sacerdotes e seminaristas, para que perseverem no seguimento a Jesus Cristo. Rezem sempre pelas Vocações, isso nos fortalece e também incentiva a outros a ouvir o chamado do Mestre e Segui-lo.

Nossa gratidão a Deus por essa Semana Missionária, também às comunidades e famílias que nos acolheram. Ao encerrar a missão, já podemos rezar como o Apóstolo Paulo: “Combati o bom combate, completei a corrida, guardei a fé” (II Tm 4, 7).