A comunidade da Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração, em Capanema, viveu uma significativa celebração na quarta-feira, 26 de abril às 19h, com a Missa dos 50 anos de vida sacerdotal do Pe. René Von Looy (Missionário do Sagrado Coração), 78 anos, nascido na Bélgica. Teve a presença do Pe. Dirceu Lopes (Provincial dos Missionários do Sagrado Coração), Pe. Antonio Teixeira (Pároco) e demais presbíteros da Congregação, que estavam reunidos em assembleia em Capanema.

O jornalista Itamar Pereira conheceu padre René em 1974. “Lembro que ele era o padre dos jovens, dos adolescentes e das vocações”, diz. Itamar que em novembro de 74, padre René foi junto com a equipe até a Diocese de Lages, SC, conhecer a Jornada Jovem. “Ele foi decisivo para a implantação da Jornada, logo em janeiro de 1975. Foi um profeta, um ser em que vale a pena se espelhar”, afirma.

Para o Pe. Dirceu Lopes, celebrar os 50 anos de sacerdócio é motivo de gratidão a Deus: “Foram 50 anos de devoção, doação, de entrega e amor à Nossa Senhora do Sagrado Coração. Pe. René é um homem de Deus”.

Pe. René disse que chegar nos 50 anos de caminhada sacerdotal é a realização de um sonho: “Mas também continuo sonhando que posso dar

continuidade na defesa da vida. Têm muitos que defendem a morte, eu quero defender a vida. Disse Pe. René que sua vida sacerdotal ao longo de meio século foi de muitos desafios. Falou que tem nove filhos adotivos: “Eu adotei crianças que ninguém mais queria. Eles não moram comigo, mas dei um pedaço de vida a eles”. Aos novos padres, Pe. René disse: “Devem ter um bom coração no trabalho evangelizador, igual ao coração amoroso da Mãe de Deus”.