Em sintonia com toda a Igreja, a Pastoral Familiar busca dinamizar as ações que brotam do coração amoroso de Deus, que a todos acolhe e com amor orienta. Objetivando capacitar os agentes para o trabalho paroquial, a Pastoral Familiar realizou Encontro Diocesano de Casais. Acolher os casais e formar consciência para a Família, Igreja Doméstica.  Foi nos dias 01 e 02 de abril 2017, na Casa de Formação Divino Mestre – Francisco Beltrão. Público alvo: leigos que trabalham ou trabalharão nos diferentes Setores: União Sacramental, Segunda União, Legitimandos/Matrimônio à Experiência e Pré-Matrimônio.

O encontro teve a presença de Dom Edgar Xavier Ertl (Bispo Diocesano), Pe. Emerson Detoni (Coordenador Diocesano da Ação Evangelizadora), Pe. Nilzeu Garcia Albuquerque (Assessor Diocesano da Pastoral Familiar), Pe. Cesar Pôggere (Reitor do Seminário Propedêutico – São João) e de 105 representantes de 21 paróquias.

O Bispo Diocesano, Dom Edgar Xavier Ertl acolheu aos participantes desejando que o encontro fosse uma experiência da Sagrada Família de Nazaré. Disse que a Pastoral Familiar segue a missão dada por Jesus: “Recebemos o Batismo para cuidar das pessoas. Pastoral é zelo, amor, compreensão, é compaixão, é ternura. Creio que a Pastoral Familiar poderia se multiplicar em muitas famílias em nossas paróquias. Que todas as paróquias pudessem contar com famílias da Pastoral Familiar que, assim como os catequistas, abraçam o trabalho da iniciação cristã, que a Pastoral Familiar desse a continuidade, especialmente cuidando das famílias”.

Dom Edgar citou a Exortação do Papa Francisco – sobre o amor na família, resultado de dois Sínodos, um documento fácil de assimilar e que deve nortear o trabalho da Pastoral Familiar com as famílias na Diocese: “Para a Igreja entender o que as famílias de hoje precisam”. O documento cita algumas perspectivas pastorais com as famílias no anúncio do evangelho, sobretudo oferecendo o testemunho jubiloso dos cônjuges e das famílias, igrejas domésticas.

A Pastoral Familiar, cada vez mais se torna importante para nossa Igreja, diz Dom Edgar: “Para nossas comunidades, especialmente para as famílias e as novas famílias. Essas é nossa grande missão de como incrementar e valorizar ainda mais a Pastoral Familiar. Essa proteção que devemos ter com as famílias deve ser nossa prioridade da Pastoral. ”.

Dom Edgar citou o estudo, com o clero, sobre reforma do Processo Canônico para as causas de declaração de Nulidade do Matrimônio e que a Pastoral Familiar terá presença importante na atuação da Pastoral Judiciária.

Finalizou o Bispo agradecendo aos participantes do encontro diocesano da Pastoral Familiar para rezar, celebrar e se fortalecer no trabalho pelas famílias.

Pe. Jorge Alves, Assessor Nacional da Pastoral Familiar, de Brasília, enviou mensagem aos agentes da Pastoral Familiar da Diocese, motivando-os para a missão: “Ao povo acolhedor de Palmas-Francisco Beltrão eu desejo que seja iluminado por Deus, como sal da terra e luz do mundo, fazendo com que, através da obra, continue firme nesse trabalho da Pastoral Familiar e que possa dar muitos frutos para essa ‘Diocese da Família’, cuidando daqueles mais necessitados. E que as famílias possam encontrar, nessa Diocese, uma porta aberta para servirem a Deus. Agentes da Pastoral Familiar, que vocês sejam luz para a Diocese de Palmas-Francisco Beltrão”.

 
28
  • Compartilhe no Facebook
 
38
  • Compartilhe no Facebook
 
59
  • Compartilhe no Facebook