• Compartilhe no Facebook

Pe. Jorge Schafaschek assessorou o encontro.

Após sete etapas de formação, em 2019, no sábado, 23 de novembro, na Casa de Formação Divino Mestre (Francisco Beltrão), aconteceu o último encontro de formação para catequistas de jovens e adultos, através da realização da coordenação de catequese da Diocese de Palmas-Francisco Beltrão. O tema foi a Mistagogia, assessorado pelo Pe. Jorge Schafaschek.

Para o Pe. Jorge no trabalho catequético os resultados são progressivos e não imediatos e que a Mistagogia leva ao iniciado uma vida nova em Cristo e o crescimento espiritual: “Mistagogia é um aprendizado para uma catequese centrada em ritos e símbolos, mexendo com a pessoa para que ela sinta-se envolvida com o mistério de Deus”.

O período de sete etapas de formação foi um tempo de aprofundamento, conhecimento e experiência da catequese de inspiração catecumenal de jovens e adultos, para catequistas chamados a acompanhá-los. Diz Ir. Rosa Masiero (Coordenadora Diocesana de Catequese): “As etapas que tivemos de formação foram apresentadas de maneira teórica e vivencial, com assessores que favoreceram o conhecimento, aprofundamento dos conteúdos e através da vivência e da celebração eucarística fazia-se os ritos de passagem, entrega de símbolos e de orações”. Disse que a participação de catequistas, da maioria das paróquias, expressou a preocupação da Igreja em preparar aqueles que são chamados: “Acompanhar estes que se apresentam e pedem para receber os sacramentos para que num processo catequético o catequizando conheça, aprofunde e experiencie a beleza e a grandeza de ser cristão através do encontro pessoal com Jesus Cristo”.

Testemunhos:

Alaxendro Dalpiva – Paróquia N. Sra. de Fátima, Pato Branco: “A formação nos ajuda na caminhada evangelizadora, vem amadurecer no encontro com Deus, em entender a Palavra, as fases e de como envolver e fazer parte do anúncio do evangelho, trazendo as pessoas à Igreja fazendo com que elas sintam-se parte do contexto do Reino de Deus”.

Márcia Ceroni Pacheco – Paróquia Santo Antônio , Dois Vizinhos: “Cada etapa de formação foi importante para nosso passo posterior na caminhada com a catequese. Aprendemos novas formas para levar Jesus aos nossos catequisandos”.

Clodoaldo Rogério dos Santos – Paróquia N. Sra. de Fátima, Pato Branco. “Nos encontros passamos aos nossos catequisandos uma experiência que vivemos na comunidade, para que eles sigam, no decorrer do processo catequético, os ensinamentos de Cristo”.