padre 1
  • Compartilhe no Facebook

Padre Getúlio Saggin que é coordenador da Província do Missionário Sagrado Coração.

Aconteceu nesta semana, desde segunda-feira até ontem, a 2ª Assembleia da Província, reunindo 27 membros da congregação Missionários Sagrado Coração (MSC). O encontro foi realizado na paróquia São José, do bairro Vila Nova, e atraiu 22 padres e 5 estudantes de teologia vindos de Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Brasília, Guarulhos e cidades do Sudoeste do Paraná.

A coordenação é do padre Getúlio Saggin, responsável pela província MSC com o objetivo de avaliar e traçar metas para 2016. Esta assembleia acontece somente duas vezes por ano, sempre em lugares diferentes, e desta vez, Francisco Beltrão recebeu os padres para o encontro.

Como tema central de reflexão para o semestre, padre Getúlio Saggin explicou que os textos abordados versam sobre a temática “Conversão e transformação da vida missionária. Deixar-se amar por Deus”.  A partir disso, o encontro serve também para a convivência e partilha dos padres, organização interna da província, avaliação do ano e perspectivas para 2016. Outro ponto debatido foi a continuidade dos atendimentos das obras que são responsabilidades dos missionários, além da dedicação em desenvolver ou encontrar novos sacerdotes que estejam dispostos a trabalhar com questões da sociedade, como justiça e paz entre os homens.

Padre Getúlio afirmou que existe uma dificuldade muito grande de identificar novos membros para a congregação. “As famílias são menores, a propaganda consumista da modernidade são muito apelativas e os valores espirituais são deixados em segundo plano, mas vocação para servir a Deus existe, basta que saibamos trabalhar e acompanhar os jovens de acordo com as perspectivas missionárias, e a serviço da igreja”, declarou o padre.

Padre Vitorino Hang

O coordenador do MSC, Padre Getúlio Saggin foi responsável pelos últimos dois anos da formação teológica do Padre Vitorino Hang. Entretanto, nos últimos 90 dias, o padre Vitorino está internado em Curitiba, numa situação muito preocupante. O padre Getúlio está acompanhando de perto todo o caso. “Esta semana que estou em Beltrão tem 2 pessoas de minha confiança, mais enfermeiras que estão cuidando dele em tempo integral”, disse o padre Getúlio. Segundo informações, o padre Vitorino já foi operado mais de 20 vezes, porém a previsão é de que seja realizada mais uma cirurgia no inicio de novembro para reconstrução do intestino, para posteriormente ser liberado e voltar para casa. “Com muita fé em Deus, o padre Vitorino tem reagido bem as cirurgias, tanto que teve a liberação do médico nesta semana para ingerir líquidos e para comer uma alimentação leve”, explicou. O padre Getúlio afirmou que tudo começou com uma diverticulite, com diversas hemorragias internas, mas que agora a situação está próxima de um desfecho positivo. “Usando o exemplo do padre Vitorino, queremos chamar atenção dos jovens, para que não tenham vergonha de seguir o caminho missionário, pois a vocação é um compromisso com a comunidade perante Deus”, finalizou o padre Getúlio.