• Compartilhe no Facebook
Na terça-feira, 16 de abril, às 19h, houve celebração com bênção dos Santos Óleos, na Concatedral Nossa Senhora da Glória, em Francisco Beltrão, com a presidência do Bispo Diocesano, Dom Edgar Xavier Ertl e padres das 46 paróquias. Nesta foram abençoados os óleos usados nas cerimônias sacramentais do Batismo, Crisma e Unção dos Enfermos. Ainda na mesma celebração os padres renovaram, junto ao bispo, os seus compromissos sacerdotais, o gesto faz memória à instituição do Sacerdócio. Na parte da tarde, na Casa de Formação Divino Mestre, os padres estiveram reunidos para momento de espiritualidade, assessorado pelo Frei Gelson Briedis (Ampere).

  • Compartilhe no Facebook
A bênção dos Santos Óleos, feita publicamente, é uma tradição importante para sentir a fortaleza de Deus, ressalta Dom Edgar: “Sobretudo em momentos especiais em nossas vidas”. Sobre a renovação dos compromissos sacerdotais, disse o Bispo que o sacerdote é um homem eucarístico; “Fazendo memória do que Jesus fez, em favor do povo. É uma demonstração de comunhão dos sacerdotes e diáconos com o bispo na mesma causa no anúncio da boa notícia de Jesus”.

Sobre os Santos Óleos

Óleo do Crisma

  • Compartilhe no Facebook
Significa a plenitude do Espírito Santo, revelando que o cristão deve irradiar “o bom perfume de Cristo”. É usado no sacramento da Confirmação (Crisma) quando o cristão é confirmado na graça e no dom do Espírito Santo, para viver como adulto na fé. Este óleo também usado no sacramento da ordem, (sacerdotes e bispos) para ungir os “escolhidos” que irão trabalhar no anúncio da Palavra de Deus, conduzindo o povo e santificando-o no ministério dos sacramentos.

Óleo dos Catecúmenos

Significa a força de Deus que penetra no catecúmeno, libertação e preparação para o nascimento pela água e pelo Espírito, para os que irão receber o Batismo, sejam adultos ou crianças, antes do rito da água.

Óleo dos Enfermos

É usado no sacramento dos enfermos. Ele simboliza a força do Espírito de Deus para o fortalecimento da pessoa na doença e no sofrimento.

Confira na reportagem do RBJ/TV: