• Compartilhe no Facebook
Em Palmas-PR, o grupo da Pequena Casa de Nazaré (PCN) teve início em 2 de setembro de 2016. Após essa caminhada para conhecer o Carisma da Congregação das Pequenas Irmãs da Sagrada Família, sete pessoas desse grupo fizeram o pedido à Madre Geral da Congregação para fazer as primeiras promessas. Foram aceitos e no dia 6 de abril, às 19h, na missa da comunidade da Catedral do Senhor Bom Jesus da Coluna. São eles: Dilma Helena Andrade Sampaio, Solange Mara Bender Michalichem, Roberto Akira Maebata, Mara Cristiane Carvalho Machado; Fabio Roberto Machado, Ivone Regina Bazanella Araújo, Ana Paula Ribeiro.

Os Irmãos e Irmãs da Pequena Casa de Nazaré, em sintonia com o Carisma da Congregação das Pequena Irmãs da sagrada Família, são chamados a contemplar o mistério da encarnação segundo o espírito da Santa Família de Nazaré e viver a dimensão leiga, a paixão por Deus e pela humanidade, inseridos na realidade social e eclesial. São chamados a viver na Família, no trabalho e nas atividades cotidianas o mistério de Belém, em Nazaré e no Calvário e na Eucaristia com o coração aberto às necessidades dos irmãos. Da Sagrada Família aprendem a rezar, trabalhar e sofrer cultivando relacionamentos de simplicidade, humildade, caridade e alegria. No lugar e missão onde atuarem como igreja devem viver a proposta do Carisma.

  • Compartilhe no Facebook
Cultivar sempre a vida de oração pessoal e em Família, contemplando o mistério da Santa Família de Nazaré com participação ativa na vida da Igreja. Tem como missão ajudar as Famílias e acolher os mais pequenos e humildes, simples e alegres por serem todos para todos com a mesma paixão dos fundadores Pe. José Nascimbeni e Madre Maria Domênica Mantovani.

O caminho de formação para o Irmão e Irmã da Pequena Casa de Nazaré é progressivo, permanente e dinâmico, processo vital que tem o seu começo na formação inicial e dura por toda a existência na formação permanente. A formação inicial tem a duração mínima de um ano para o conhecimento da Pequena Casa de Nazaré, acompanhado por uma irmã da congregação. E começa a fazer parte quando seu pedido é acolhido pela Superiora Maior que avalia com o conselho que a acompanha e diante de Deus Sumo Bem promete viver a espiritualidade das Pequenas Irmãs da Sagrada Família por um ano, com renovação consecutiva por três anos, após esses três anos se for da sua vontade, e admitido pela Superiora Maior Competente, poderá pronunciar a sua promessa para sempre.

Para fazer parte dessa associação deve entrar em contato com as Pequenas Irmãs da Sagrada Família na cidade onde elas se fazem presente.

O Fundador Jose Nascimbeni sempre ensinava que as três estrelas que no nosso século devem brilhar é JESUS, MARIA e JOSÉ. E viva nossas Famílias, PAI, MÃE e FILHOS, quando seguem os passos desta Santa Família.

Ir. Sueli Alves Bueno