Momento de resgatar lembranças, valorizar o trabalho desenvolvido e parabenizar Ary Spohn, ou como é mais conhecido, o Frei João. Nesta terça-feira (15) completou 50 anos de sacerdócio, sendo 49 anos somente na Paróquia São Francisco de Assis de Chopinzinho, sudoeste do Paraná.

“Frei João foi ordenado no final do Concílio Vaticano Segundo, em 15 de dezembro de 1965. Em 1966 é transferido para Chopinzinho, Frei João trás consigo o desejo de toda a igreja, as mudanças, a renovação, tanto na liturgia quanto na catequese”. Comenta Frei José Idair ao relatar os fatos descritos no livro tombo da Paróquia.

Dedicado ao ensino, Frei João colaborou no crescimento da educação em Chopinzinho e região. Com seis cursos superiores, sendo cinco reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC), foi diretor de duas escolas municipais e Inspetor Regional de Ensino, abrangendo os municípios de Chopinzinho, Coronel Vivida, São João e São Jorge do Oeste, durante quatorze anos.

“Quando Frei João chegou no município eu era professora do estado e estava dando aula de catequese. Ele assistiu minha aula, quis saber tudo, pois não tinha prática porque fazia pouco tempo que se formou”. Conta Doralina da Silva Costi, Professora aposentada.

Festa

No domingo (13) aconteceu a missa e almoço para celebrar os 50 anos de sacerdócio. A Matriz ficou pequena para o alto número de pessoas presentes para agradecer o frei.

Depois de tantas homenagens e carinho dos munícipes, Frei João deixa um recado de agradecimento, “eu só posso agradecer a todo povo de Chopinzinho. Diz a história, quem faz o bem, esse bem retorna em dobro, então que todos recebam em dobro tudo o que fizeram de maravilhoso para a gente”.

 

 

Histórico Frei João Gualberto

Dia 31 de maio de 1937, nasce em Erexim- RS, Ary Spohn, filho de Luiz e Isabella Spohn.

Cursou o Ensino Fundamental em Luzerna e Rio Negro – SC. Em Agudos – SP, cursou o primeiro e segundo graus.

Em 1960 fez seu noviciado em Rodeio – SC, onde recebeu o nome de Frei João.

Em 20/12/1960 Frei João fez sua 1ª Profissão Religiosa e nos anos de 1961 e 1962 cursou Filosofia em Curitiba – PR. De 1963 a 1966 em Petrópolis – RJ, cursou Teologia.

No dia 01/02/1964 Professou seus Votos Solenes e em 15/12/1965 foi ordenado Sacerdote.

Em 17/12/1966 Frei joão foi transferido de Petrópolis para Chopinzinho – PR, onde reside até hoje perfazendo um total de 49 anos. A chegada de Frei João na Paróquia São Francisco de Assis coincidiu com o final do Concilio Vaticano II e trouxe a Liturgia Renovada. Dedicou-se intensamente na catequese de adultos e de crianças e na formação de catequistas e demais trabalhos pastorais junto com Frei Vito.

Em Chopinzinho, continuou a estudar e aperfeiçoar-se nos estudos. Estudou Filosofia e Letras, Português-Francês, em Palmas – PR. Estudou Pedagogia com habilitação em Orientação Educacional, em Passo Fundo – RS. Estudou Pedagogia com habilitação Inspeção Escolar e Administração Escolar em São João Del Rei em MG. Portanto são seis cursos superiores, cinco com Registros no MEC.

Em 25/01/1969 pelo Decreto nº. 14019 foi nomeado Inspetor Regional de Ensino, abrangendo os municípios de Chopinzinho, Coronel Vivida, São João e São Jorge do Oeste, assumindo esta função no dia 10/02/1969, exercendo até 06/06/1983, durante 14 anos. Em 1980 fez e passou em concurso público da Rede Estadual de ensino na disciplina de Português.

Em 1983 assumiu a Secretaria da Escola Coronel Santiago Dantas, deixando o cargo em 13/01/1988. De fevereiro de 1993 até novembro de 2012 foi Diretor da Escola Municipal Tasso Azevedo da Silveira.

Durante todos esses anos além de atender a Educação, nunca deixou de ajudar na Paróquia: nas Missas, batizados, casamentos, Bênçãos, Primeira Eucaristia, Aniversários de casamento, Confissões, Unção dos enfermos e outros tantos trabalhos, sempre pronto a atender a população, com seu carisma e humildade. Frei João dos filminhos em Slid, dos pequenos fatos e historinhas. São 50 anos de trabalho, lutas, vitórias, de altos e baixos, mas sempre tendo Deus, acima de tudo.

 

Fotos: Francione Pruch / Gustavo Meloto