• Compartilhe no Facebook

Pe. Nadir Sérgio Granzotto.

Na Concatedral Nossa Senhora da Glória, em Francisco Beltrão, no domingo, 8 de dezembro, na Missa das 9h30min, Pe. Nadir Granzotto celebrou 65 anos de vida sacerdotal. A santa missa foi presidida pelo Pároco, Pe. Deucir José Poletti e contou com a presença da comunidade e familiares.

Histórico

Padre Nadir nasceu em Aratiba (RS) em1927. Entrou para o Seminário da Congregação de Nossa S. da Salette, em Marcelino Ramos em 26.2.39 quando tinha 13 anos.  Ele fez os estudos de Filosofia e Teologia em São Leopoldo (RS). Foi ordenado padre em Erechim (RS), no dia 8.12.54, e como faz questão de frisar: “Um Ano Santo, por marcar os 100 anos da Proclamação do Dogma da Imaculada Conceição.”

No dia 08 de dezembro de 1954 há 65 anos atrás o então seminarista Nadir Sergio Granzotto ordenou-se padre em Erechim RS.

Seus pais Pedro Granzotto e Matilde Matté vieram para Francisco Beltrrão, juntamente com os outros 6 filhos. Pedro  foi voluntário aqui da Paróquia N.S.da Glória por muitos anos. Atuou diretamente na construção da igreja e do Salão Paroquial, que em sua homenagem leva seu nome.

Pe. Nadir, a ordenação ficou quase dois meses na casa dos pais, aqui em Francisco Beltrão, onde celebrou suas primeiras missas. “Na igreja antiga de madeira, neste mesmo local onde está hoje a Concatedral” Lembra Nadir.

Já em Marcelino Ramos, lecionou no Seminário de sua Congregação. Em 1961 mudou-se para a cidade de São Paulo onde permaneceu por 57 anos até se aposentar. Lá atuou em 8 paróquias sempre voltado a construção e reforma das igrejas por onde passou. Há quase 2 anos veio residir em Francisco Beltrão.

Uma das construções que mais trouxe alegrias ao pe Nadir foi a capela erguida também na cidade de São Paulo em honra ao Beato Claudio Granzotto. Ele nasceu em 1900 e faleceu em 1947, na região de Treviso, Nórte da Itália. Claudio Granzotto foi beatificado pelo Papa João Paulo II em 1994, ocasião que o padre Nadir, mais dois de seus primos padres e parte da família estiveram presentes na Basílica de S.Pedro em Roma.

Da sua vida religiosa um dos fatos marcantes foi o período de 6 meses que permaneceu no Vaticano em 1964, para estudos quando presenciou o encerramento do Concílio Vaticano II, com o privilégio de ter assistidos várias palestras do evento.

Outra curiosidade é que no Bairro de Santana, em São Paulo onde o Pe Nadir era vigário foi batizado Ayrton Senna da Silva.

65 anos de caminhada sacerdotal é um belo caminho percorrido pelo nosso querido e amado tio padre.

Parabéns  Padre Nadir por completar todos esses anos de vida sacerdotal perseverando na fé e no amor a Cristo.  Nós todos da família temos pelo senhor muito orgulho. Nós te amamos tio Padre.

Lucilene Granzotto, jornalista e sobrinha do Pe Nadir