• Compartilhe no Facebook

O sábado de Aleluia (20), ou Sábado Santo, é marcado pelo sepulcro de Jesus e a Vigília Pascal, que começa ao final do dia e termina com o amanhecer da Páscoa. Não há missas, apenas solenidades, como a celebrada em Palmas, Sul do Paraná, pelo bispo diocesano, Dom Edgar Ertl, na Catedral do Senhor Bom Jesus.

  • Compartilhe no Facebook

A mais antiga celebração cristã e a festa central do ano litúrgico é composta por quatro liturgias: a da Luz, em sinal de alegria, com a bênção do fogo novo e o Círio; a da Palavra, que compreende nove leituras, sete do Antigo Testamento e duas do Novo Testamento, com o canto do Glória e do Aleluia; a Batismal e a Eucarística.

  • Compartilhe no Facebook

Esta é uma celebração mais longa do que habitual, em que são proclamadas mais passagens da Bíblia do que as três habitualmente lidas aos domingos, continuando com uma celebração batismal e a comunhão.

A Vigília Pascal antecede o dia da Páscoa, integrando o Tríduo Pascal, onde vivemos com profundidade os passos de Jesus rumo ao Calvário, ao Sepulcro e à Ressurreição.

*Fotos: Guilherme Zimermann/RBJ