A diocese de Guarapuava, criada em 16 de dezembro de 1965, pela Bula “CHRISTI Vices”, do Papa Paulo VI, vive um importante momento nesta quarta-feira (06). A maior diocese do Estado do Paraná, recebe Dom Amilton Manoel da Silva, até então, bispo auxiliar da arquidiocese de Curitiba.

Após aceitar o pedido de renúncia de Dom Antônio Wagner da Silva, por causa da idade, 75 anos completados em 2019, de acordo com o Código de Direito Canônico, o Papa Francisco nomeou Dom Amilton Manoel da Silva, para assumir suas funções à frente da diocese de Guarapuava.

Dom Wagner estava na diocese desde o ano 2000, quando foi ordenado e assumiu como bispo coadjutor, trabalhando ao lado de Dom Giovanni Zerbini, que renunciou em dezembro de 2002, por causa da idade. Dom Wagner assumiu a diocese em 2 de julho de 2003, permanecendo até o momento, quando passa a função para Dom Amilton.

Dom Amilton Manoel da Silva, nasceu em 02 de março de 1963, em Osvaldo Cruz (SP). Ingressou na Congregação da Paixão de Jesus Cristo (Passionistas). Ele foi ordenado presbítero no dia 17 de dezembro de 2000, por Dom Luciano Mendes de Almeida (in memória), arcebispo de Mariana – MG. “Gloriar-se na cruz de Cristo” (Gl 6,14) este é o lema episcopal do novo bispo da diocese de Guarapuava. Fonte: Diopuava