Na Exortação Apostólica Amoris Laetitia, sobre o amor na família, resultado do Sínodo da Família (2014 e 2015), o Papa Francisco, no Capítulo V “O Amor que se torna fecundo”, ressalta o amor de mãe. No número 168, o Papa diz que a gravidez é um período difícil, mas também de um tempo maravilhoso: “A mãe colabora com Deus para que se verifique o milagre de uma nova vida”. Continua o Papa (nº 174): “As mães são o antídoto mais forte contra o propagar-se do individualismo egoísta. São elas que testemunham a beleza da vida. Uma sociedade sem mãe, seria uma sociedade desumana, porque as mães sabem testemunhar sempre, mesmo nos piores momentos, a ternura, a dedicação, a força moral. As mães transmitem, muitas vezes, também o sentido mais profundo da prática religiosa. Queridas mães, obrigado por aquilo que sois na família e pelo que dais à Igreja e ao mundo”.
A Diocese de Palmas-Francisco Beltrão parabeniza as Mães neste dia especial. Que as Mães sejam lembradas e valorizadas em todos os dias de sua existência. Também lembramos as Mães dos Sacerdotes que, desde o mais profundo de seu ser, geraram a vida de filhos consagrados a Deus.
Pe. Geraldo Macagnan, Administrador da Diocese de Palmas-Francisco Beltrão