• Compartilhe no Facebook

Entrada da Palavra.

Em comemoração ao Dia do Catequista, no dia 25 de agosto, no Centro de Eventos do Parque de Exposições, em Francisco Beltrão, aconteceu o Congresso Diocesano da Catequese, com o tema: “Igreja, casa da iniciação à vida cristã”.

Com mais de três mil catequistas, o evento iniciou às 8h30min, com acolhida aos participantes provenientes das 46 Paróquias da Diocese de Palmas-Francisco Beltrão. Na sequência teve espiritualidade, reflexão das novas diretrizes evangelizadoras da Igreja no Brasil, através das apresentações teatrais feitas pelos decanatos e os padres Emerson Detoni e Valdecir Bressani. Às 11h, foi celebrada Missa presidida pelo bispo Dom Edgar Ertl. Às 14h, show catequético com o Pe. Ezequiel Dal Pozzo e em seguida a celebração de envio dos catequistas.

  • Compartilhe no Facebook

Apresentações teatrais pelos decanatos.

“A comemoração foi em gratidão aos catequistas pelo bem que fazem à Igreja e como forma de celebrar este dia especial”, disse Pe. Emerson Detoni (Coordenador Diocesano da Ação Evangelizadora).

Dom Edgar afirmou que a primeira missão do catequista é levar aos catequizandos duas grandes experiências: a primeira é da pessoa de Jesus o catequista por excelência; a segunda é a vivência da vida cristã na comunidade: “A catequese é a introdução na vida de Jesus e na vida da Igreja’, disse o bispo.

O Pe. Ezequil Dal Pozzo ressaltou que catequese significa fazer ecoar a mensagem do amor e que o catequista tem uma missão importante, porque o amor é o que dá sentido à vida: “A mensagem de Jesus se concentra exatamente nas pessoas que se encontram no amor, uma fortalecendo a outra criando a fraternidade universal”, concluiu o padre.

  • Compartilhe no Facebook

A Missa foi presidida por Dom Edgar Ertl, concelebrada por diversos padres.

Para o catequista José Rafagnin (Paróquia Imaculada Conceição – Dois Vizinhos, celebrar o dia do catequista representa uma grande alegria: “Em nosso coração arde a mensagem de Cristo que vai nos mostrando que a missão é longa e contínua. Sou catequista há mais de 30 anos sempre com nova visão sobre os desafios, mas a missão é sempre a mesma, em transmitir Jesus nos corações das crianças”, disse José.

A catequese é a iniciação cristã para as crianças e jovens, falou Francieli Bugalho (Paróquia Cristo Rei – Realeza): “É lá que dão o primeiro passo para conhecer Jesus e a comunidade de fé, marcando o início de uma missão contribuindo para o crescimento de missionários na comunidade paroquial”, pontuou.

Na Diocese de Palmas-Francisco Beltrão, atualmente são 4.200 catequistas atuantes.