Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
17 de abril de 2021
Rádios

Prefeitura de Cel. Domingos Soares volta a fechar comércio não essencial

Cotidiano

por Guilherme Zimermann

1510831459
Boletim desta quarta-feira (27), informa 15 casos confirmados
Publicidade

O município de Coronel Domingos Soares determinou, novamente, a suspensão do atendimento por parte de estabelecimentos de atividades comerciais consideradas não essenciais. A decisão entra em vigor nesta quarta-feira (27), a partir de publicação em Diário Oficial. Segundo novo boletim epidemiológico, o município contabiliza 15 casos confirmados de coronavírus e por isso, intensifica ações de prevenção à doença.

[Grupo RBJ de Comunicação] Prefeitura de Cel. Domingos Soares volta a fechar comércio não essencial — Boletim desta quarta-feira (27), informa 15 casos confirmados
Boletim desta quarta-feira (27), informa 15 casos confirmados

Conforme o documento, está permitido o funcionamento apenas dos estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços, cujas atividades são consideradas essenciais por Decreto Estadual. Confira a lista de atividades consideradas essenciais clicando aqui.

Os estabelecimentos que atuam em áreas não essenciais, não poderão funcionar. Já os comércios que são essenciais, poderão manter-se em funcionamento com número reduzido de funcionários, bem como atender obrigatoriamente à exigência de uma pessoa por cada cinco metros quadrados ou dois metros de distância entre as pessoas, sendo de responsabilidade do estabelecimento inclusive, as filas fora do ambiente comercial.

Os estabelecimentos deverão disponibilizar, permanentemente, recipiente contendo álcool em gel a 70%, para uso de consumidores e trabalhadores, em quantidade suficiente ao fluxo de pessoas e em local visível, bem como seja realizada a higienização de mesas, balcões, pisos e todos os locais de contato humano.

Publicidade
Publicidade

O decreto prevê ainda que os estabelecimentos que descumprirem as restrições serão autuados pela Vigilância Sanitária, sendo penalizados com multas, podendo até perder o alvará de funcionamento.

 

Publicidade