Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
21 de julho de 2024
Rádios
Publicidade

Prefeito Cleber Fontana diz que vai aguardar pronunciamento do MP para resolver acesso trancado no Km 8

Segundo o prefeito a obra de asfaltamento seguirá conforme planejado, atendendo ao compromisso assumido com a comunidade

PolíticaTrânsito

por Patrick Rodrigues

WhatsApp Image 2022-07-12 at 18.07.27
Prefeito Cleber Fontana fala sobre a educação municipal. Foto: Assessoria.
Publicidade

Em entrevista exclusiva para a Rádio OndaSul FM, o prefeito municipal abordou a polêmica em torno do fechamento do acesso da comunidade KM 08 para a PR 483. Segundo o prefeito, a decisão de interromper temporariamente a obra se deve a uma denúncia que chegou ao Ministério Público, o que, segundo ele, tem atrapalhado o andamento das melhorias planejadas para a região.

O prefeito destacou que a obra de asfaltamento do trecho entre Novo Mundo e KM 08, há muito esperada pela comunidade, está pronta para começar. “Conseguimos viabilizar o projeto, a ordem de serviço será dada na próxima semana. Estamos falando de um calçamento horrível e uma obra que a comunidade aguarda há anos”, afirmou.

O prefeito mencionou que mais de 2 milhões de reais foram investidos em infraestrutura, incluindo a construção de um viaduto. “Fizemos uma obra no contorno para garantir a passagem e não deixar as pessoas isoladas. Estávamos conversando com um proprietário para fazer uma alça de asfalto que garantiria o acesso secundário, mas a denúncia ao Ministério Público interrompeu o processo”, explicou.

Durante a entrevista, o prefeito criticou a atitude de alguns moradores que, segundo ele, optaram por procurar a imprensa e o Ministério Público em vez de conversar diretamente com a administração municipal. “Algumas pessoas precisam parar de incomodar e atrapalhar. Sempre que me comprometo com algo, resolvemos. Agora, devido à denúncia, teremos que esperar o pronunciamento do Ministério Público”, desabafou.

Ele reiterou que o compromisso com o asfaltamento será cumprido, mas que a questão do acesso secundário dependerá das orientações do Ministério Público. “Vamos fazer o asfalto, como prometido. Mas esse problema do acesso será resolvido após o pronunciamento do Ministério Público. É uma área privada e não foi indenizada”, concluiu.

A administração municipal aguarda agora o posicionamento do Ministério Público para definir os próximos passos em relação ao acesso secundário. Enquanto isso, a obra de asfaltamento seguirá conforme o planejado, atendendo ao compromisso assumido com a comunidade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade