A economia brasileira não segue em ritmo acelerado como deseja a maioria da população, com isso exige que o cidadão, empresas e principalmente o poder público enxugue seus gastos. Na contramão disso, a Câmara Municipal de Vereadores de São Jorge d’Oeste, localizado no sudoeste do Paraná, mantém as despesas altas em diárias, se comparado com o legislativo de municípios da região.

Em 2013, aproximadamente R$ 187.000,00 foram gastos em diárias. No ano passado, vereadores e funcionários gastaram R$ 177,099.00. Redução de 10 mil reais de um ano para o outro.

O que chama atenção é que até para levar o carro oficial da casa de leis para o município de Pato Branco, em sua revisão, foi cobrado diária pelos servidores. Em 2014, três vezes revisado, gerando gastos de R$ 1.060,00. Do total de despesas, R$ 51.000 mil reais foram gastos com os funcionários da câmara. Apenas um vereador não teve nenhuma diária.

Uma comparação feita com outros municípios da região, Chopinzinho com quase 20 mil habitantes, gastou em 2014 o valor de R$ 10.775,00. Outro polo de referência na região é Pato Branco, que trabalha com 11 vereadores obteve um gasto de R$ 57, 842,90, sendo que sua população passa de 70 mil habitantes. Francisco Beltrão teve no mesmo ano R$ 53.505,27, destes R$ 15.505,27 com os funcionários e R$ 37.900,80 gastos com os vereadores.

Todos os dados constam do Portal da Transparência da Câmara de São Jorge d’Oeste.

DIÁRIAS VEREADORES 2014

Adir Marafon  – R$ 34.780,0

Osmar Marmitt – R$ 23.840,00

Idacir Gonçalves da Rocha – R$ 17.050,00

Rodrigo Lorenzonni R$ 16.650,00

Mauro Edson Obergen – R$ 11.850,00

Valsir Copelli – R$ 10.800,00

Edson Ribeiro dos Santos (Padreco) – R$ 6.110,00

Luiz Matei – R$ 2.800,00

Suplente – Jorge Rupp – R$ 2.000,00

Sandro Pagnussat – R$ 0,00

Total 125.880,00

 

DIÁRIAS FUNCIONÁRIOS 2014

Total – R$ 51.210,00