Almirante Melati é o mais novo cidadão honorário de Francisco Beltrão. O título foi aprovado por unanimidade nesta semana e foi proposto pelo vereador Silmar Gallina(PSDB). Com 77 anos de idade e desde 1979 em Francisco Beltrão, o catarinense de Guatambu, distrito de Chapecó, se destacou atuando como procurador jurídico do Banco do Brasil e prestando assessoria jurídica para outras agências do Sudoeste. Paralelamente ao serviço bancário, Almirante montou um escritório de advocacia particular e foi um dos pioneiros na área do direito. Na vida pública sempre foi atuante, colaborando com serviços e ações em diversos setores da sociedade. No currículo estão a fundação e presidência da Amarbem, participação ativa na Pastoral do Dízimo na paróquia Nossa Senhora da Glória desde 1985 até os dias atuais, e a presidência da Ordem dos Advogados do Brasil, seção de Francisco Beltrão. Almirante Melati também foi candidato a prefeito de Francisco Beltrão em 1989 e presidente por vários anos do PMDB. Na igreja católica foi presidente do Conselho de Pastoral da paróquia Nossa Senhora da Glória, presidente do movimento Cursilho de Cristandade da Diocese de Palmas-Francisco Beltrão. Desde 1999 acompanhou diretamente do planejamento, construção e inauguração da obra da torre da concatedral, e ainda, administrou o local até que fosse repassado para o município. Por todos esses feitos e engajamento na sociedade beltronense, o vereador Silmar Gallina disse que o título é mais do que merecido para o Almirante Melati.

Há 39 anos no município, Almirante Melati que estava na plateia assistindo a sessão que concedeu o título de cidadão honorário, disse que se considera um autêntico beltronense, tendo muita admiração pela cultura local, pelo povo hospitaleiro e trabalhador, pela ordem e solidariedade, que são a marca do povo beltronense. Por esses e outros motivos, disse que acertou ao escolher essa terra para criar seus filhos e netos, e que , fez uma linda história no município.

A data de entrega do título ainda não está definida, mas se depender do vereador Silmar, a cerimônia deverá acontecer ainda neste período legislativo.