A vereadora de Palmas no sul do Paraná, Jucelia de Oliveira Paim(PR) publicou, via rede social(Facebook) manifesto contrário ao corte de verbas públicas destinada a educação básica e ao ensino superior, anunciadas pelo governo federal. Para advogada, a destinação de recursos para educação é obrigatória por força de Lei.

“Venho a público, somando-me a entidades da educação, das ciências e demais entidades de nosso município e do país que já se manifestaram nesse sentido, repudiar, os cortes de 50% das verbas destinadas à educação básica, alocadas no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), e de 30% da educação superior”, manifesta-se.

Ponderou que um país só cresce pelos investimentos em pesquisas científicas que promovem o desenvolvimento nas áreas econômica, social e cultural. Enfatiza que cortes, apresentados como  contingenciamento de despesas, é retrocesso e afeta imediatamente empregos e o desenvolvimento brasileiro.

Frisa que priorizar a educação, em todos os níveis, é primordial ao desenvolvimento humano  e que o cumprimento do Plano Nacional de Educação é extremamente necessário para o crescimento de do país. “Reforço a posição contrária pois, até então, nosso país apesar de possuir uma demanda maior do que a oferta de vagas existentes, cresceu significativamente em qualidade e quantidade de vagas na educação”, destaca a parlamentar defendedo que Educação também é prioridade