O vereador de Coronel Domingos Soares, Rodrigo Vaz(PSL) manifestou na manhã de hoje(05) ao repórter Alencar Pereira da Rádio Club AM de Palmas, seu posicionamento em relação à discussões ocorridas na sessão da última segunda-feira(02), quando  até mesmo a extinção dos subsídios aos vereadores foi proposta pelo presidente da Casa.

Conforme Vaz a discussão ocorreu quando da votação de seu requerimento para que fossem incluidos nas diárias, valores destinados a passagens aéreas  para deslocamento dos vereadores. A proposta foi aprovada por 5 votos a 4 e encaminhada às comissões para pareceres e votação futura. O vereador, que é filho do prefeito do município, classificou que as justificativas dos votos contrários de que a proposta é umdesrespeito ao dinheiro público, não passam de demagogia dos adversários.

Informou, que por conta dessas defesas contrárias, irá apresentar um projeto propondo a redução do subsídio(salário) dos vereadores de seu município para R$ 700,00 para a próxima legislatura. “Já que se fala tanto em economia já encaminhei um projeto para o deparamento jurídico propondo a redução do salário”.

Conforme Vaz, o projeto já tem o apoio do presidente da casa, Laércio Casagrande da Cruz que defendeu na última segunda-feira a extinção total do subsídio, que hoje é de aproximadamente R$ 3.000,00 e posiconamento contrário já manifestado por Jurandir Barbieri, que salientou que os vereadores tem um custo muito alto.

Denunciou que o vereador chegou a defender a manutenção do salário para a compra de votos nas eleições. “Se a campanha dele é assim comprando voto, a minha não e acredito que a dos demais vereadores também não seja. Eu não quero que ele me meça pela régua dele”, alertou Vaz. O vereador acredita que sua proposta de adequação do valor das diárias seja votado já no ínicio do próximo após o recesso da Câmara.