O presidente municipal do PT (Partido dos Trabalhadores), Joaquim Tertuliano Ribas de Andrade, anunciou sua pré-candidatura à prefeito de Palmas, Sul do Paraná, visando as eleições de 2020. O anúncio da pretensão em concorrer ao cargo pela quarta vez ocorreu nesta quinta-feira (06), em entrevista à Rádio Club/RBJ.

No último final de semana, o partido reuniu seus filiados, onde foi analisada a atual conjuntura do município, dos trabalhos desenvolvidos pela atual gestão e o desempenho do PT na última eleição geral, em que o candidato petista à presidência da República, Fernando Haddad, foi o mais votado em Palmas.

Conforme Tertuliano, com base nessa avaliação, o partido decidiu que disputará o pleito de 2020 com candidatos à prefeito e vereadores. “Dessa forma, coloquei meu nome à disposição para ser candidato à prefeito novamente”, informou.

Questionado se este seria, de fato, um anúncio de pré-candidatura, afirmou que “sim, pois a partir da primeira discussão em torno do processo eleitoral, já se começa a trabalhar para a qualificação dos futuros candidatos e a dialogar com a população”.

Sobre possíveis coligações, aponta que o partido já foi procurado, inclusive por siglas com as quais nunca esteve aliado, para iniciarem conversas em torno das eleições municipais.

Afirma que está aberto ao diálogo, sem restrições, porém, salienta que o PT deverá buscar uma chapa que integra partidos que ainda não estiveram à frente da prefeitura de Palmas. “Palmas precisa de uma mudança completa da pessoas que estão no comando. Só se muda o projeto com pessoas diferentes”, considera o pré-candidato, fazendo uma analogia com um restaurante, “onde você vai todos os dias e comer o mesmo tipo de alimento. Nós precisamos comer um prato diferente”.

Ouça a entrevista:

Caso se confirme a candidatura em 2020, será a quarta vez consecutiva que Tertuliano Andrade concorrerá ao cargo de prefeito em Palmas. Em 2008, 2012 e 2016 esteve na disputa, mas não alcançou a eleição em nenhuma das oportunidades. Em 2004, foi candidato à vereador, não sendo eleito. Nas eleições de 2018, foi candidato a deputado federal, obtendo 2.153 votos.