Professores e servidores da educação repetem na próxima sexta-feira (29) a programação do Dia de luto e de luta da educação pública do Paraná, tradicionalmente é realizada no dia 30 de agosto. Neste ano, além de relembrar os fatos ocorridos em 1988, quando foram reprimidos violentamente durante uma mobilização em busca de melhores condições de trabalho e salário, estarão novamente cobrando a implementação de reivindicações da educação.

Conforme a representante da base sindical da APP- Sindicato, do Núcleo de Pato Branco, Silvana Ribas, como no dia 30 é sábado, a programação foi antecipada para a sexta-feira “Estamos organizado e esperando caravanas de toda a região para participar o ato público 09h00, na Praça Santos Andrade”, destacou ela.

Informou ao RBJ que a APP – Sindicato está buscando uma audiência com o governo do estado para tratar de vários pontos, dentre os quais, pagamento dos professores PSS pela maior habilitação e da contagem de tempo de serviço quando da efetivação no cargo para fins de avanço na carreira; novo modelo de atendimento à saúde; Nomeação dos aprovados no último concurso do magistério e realização de novos concursos; EJA, Educação Especial e Educação Profissional; Devolução do auxílio-transporte descontado dos que estavam em licença médica nos meses de março e abril deste ano.

A pauta inclui ainda as promoções e progressões, enquadramento dos aposentados e fim do desmonte pedagógico. Conforme a representante na sexta-feira não serão ministradas atividades pedagógicas (aulas) nas escolas da rede estadual.