Alguns processos envolvendo agentes políticos que participaram das eleições de 02 de Outubro em Palmas e Coronel Domingos Soares ainda dependem de julgamento em primeiro grau e pelo Tribunal Regional Eleitoral(TRE/PR). A informação é do juiz, Henrique Kurcheidt, que deixou a jurisdição eleitoral após a diplomação dos eleitos no último dia 08 de Dezembro.

Explicou que a partir de agora todas as questões passam para a competência da juíza, Tatiane Bueno Gomes, e que ainda podem ocorrer algumas alteração no quadro eleitoral, mesmo que transcorrida a diplomação que oficializa os eleitos e encerra o pleito.

Consta da lista de processos pendentes localmente e de decisão no TRE/PR,Ações de Investigação Judicial Eleitoral(AIJE) por conduta vedada a agente público no que se refere a propaganda eleitoral e abuso do poder político, tanto de Palmas quanto em Coronel Domingos Soares; Ação Cautelar que corre em segredo de Justiça na 32ª Zona Eleitoral de âmbito legislativo; e representação por denúncia de compra de votos de vereador eleito. Outros dois Inquéritos estão sendo procedidos pela Polícia Federal de Guarapuava envolvendo agentes dos dois municípios da Comarca.Todos os processos só deverão ser julgados no próximo ano.