O Presidente interino do Poder Legislativo de Palmas, sul do Paraná, Wilmo Rodrigues Correia da Silva (PMDB) criticou posicionamento de alguns vereadores que pediram na Justiça o direito de apresentar denúncia e pedir investigação de suposta fraude praticada por sua pessoa quando presidente da Casa em 2013.

Câmara de Palmas investigará atos da presidência

Conforme o denunciado, isso está acontecendo porque alguns não sabem o que é ser vereador e ficam denegrindo a imagem da Câmara.“São vereadores que ficam falando o que não deve, despreparados e que apresentaram uma denúncia vaga, sem cabimento e quem formulou a denúncia não merece crédito, pois não tem responsabilidade nem consigo mesmo”, disparou Correia da Silva.

Avaliou que Palmas não merece passar pelo que está passando e creditou toda a situação a uma orquestração formulada por alguns vereadores que estão com problemas na justiça por quebra de decoro e em processos criminais. Ao RBJ explicou que não havia permitido a apresentação da denúncia em sessão anterior, por ter observado o Regimento Interno da Câmara.