Deve sair ainda  (18) a lista de servidores, recentemente contratados,  a serem exonerados dos quadros da prefeitura de Palmas, sul do Paraná, por se enquadrarem na prática do nepotismo. As exonerações ocorrerão após  recomendação do Ministério Público da Comarca.

Na última semana, o prefeito João de Oliveira (PMDB), em reunião com seu secretariado determinou que fossem levantados todos os nomes ocupantes de cargos em comissão de cada um dos departamentos e, em se caracterizando a prática do nepotismo, fossem desligados de suas funções já a partir da de hoje.

Caso a medida administrativa não fosse adotada, a 2º Promotoria de Justiça de Palmas, ingressaria com  uma Ação Civil Pública para resolver a questão.

Informações preliminares apontam para pelo menos 50 servidores que deverão ser desligados de suas funções. Após as exonerações deverão ser apresentados a MP a listagem dos funcionários desligados  e os documentos com todas as informações do quadro funcional restante.