Prefeito por dois mandatos, o advogado José Ferreira de Almeida, popular Zeca Almeida, coloca-se como possível candidato à prefeitura de Palmas nas eleições de 2020. Caso se confirme, será a sétima vez que disputará o cargo. O anúncio da disposição em concorrer mais uma vez ocorreu na manhã desta quarta-feira (04), durante o programa Pauta Dinâmica, da Rádio Club FM.

Almeida disputou o cargo de prefeito pela primeira vez em 1968, pela Arena (Aliança Renovadora Nacional), obtendo 839 votos. Naquela eleição, o vencedor foi Oscar Rocker. Em 1976, ainda pela Arena, Dr. Zeca foi eleito com 3.387 votos. Voltou a concorrer em 1988, pelo PDS (Partido Democrático Social), sendo derrotado por Dimorvan Carraro.

Em 1992, pelo PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) volta à prefeitura, com 7.512 votos. Pelo PDT (Partido Democrático Trabalhista), concorre novamente em 2000, pleito que elegeu Hilário Andraschko. A última eleição disputada por Almeida foi em 2004, pelo PFL (Partido da Frente Liberal), ocasião em que foi eleito João de Oliveira.

O ex-prefeito justifica um possível retorno às disputas eleitorais, afirmando que o município precisa de novos rumos, lembrando algumas ações desenvolvidas quando esteve à frente do Poder Executivo. “Nós queremos retomar o desenvolvimento, para que Palmas volte a ser um município de progresso e tenha opções para os jovens trabalharem e permanecerem aqui”, aponta.

Reconhece que a sociedade e a gestão pública evoluíram, em comparação aos períodos em que esteve à frente da prefeitura, mas pontua a experiência administrativa como fundamental para “Palmas entrar em uma nova dimensão”.

Na hipótese de disputar as eleições do próximo ano e sendo eleito, o ex-prefeito apontou a necessidade de investimentos na agricultura, com apoio aos pequenos produtores. Outro ponto citado, seria o fomento à instalação de empresas e centros de formação de mão de obra na área do Parque de Exposições.

Atualmente filiado ao Democratas, legenda a qual também integra o atual prefeito, Kosmos Nicolaou, Almeida afirmou ter total apoio da presidência do partido para a disputa das próximas eleições. “É lógico que o prefeito (Kosmos) tem o direito de concorrer à indicação do partido e nós vamos respeitar, assim como nós também temos o direito de concorrer democraticamente”, considerou, destacando que já mantém contatos com outras legendas, discutindo possíveis alianças.

Ouça a entrevista no player abaixo: