O prefeito de Palmas, sul do Paraná, anunciou  uma projeção de saldo positivo, no caixa da prefeitura, de aproximadamente R$ 11 milhões de reais para o próximo governante municipal, entre recursos livres e vinculados. A manifestação ocorreu durante programa informativo da prefeitura na Rádio Club AM.

Conforme, Hilário Andraschko, os números reais só poderão ser conhecidos após os repasses finais pelos governos estadual e estadual previstos para estes últimos dias do exercício 2016. Em relação a dívidas manifestou que ficarão cerca de R$ 110 mil para o Hospital Santa Pelizzari, recursos que são de responsabilidade do governo estadual, sendo que município só transfere a verba em razão do convênio.

Outra pendência a ser quitada pelo próximo prefeito diz respeito a contratos por serviços médicos, que vencerão após o dia 15 de janeiro. “Todas as contas foram pagas, como avanços, quinquênios e progressões dos servidores municipais que apresentaram requerimentos até outubro”, garantiu. Esclareceu que ficarão pendentes os pagamentos relativos aos requerimentos feitos posteriormente e, ainda, o valor relativo aos gastos combustível, de uma semana, algo em torno de R$ 5 mil.

Projetou que em 2016, a arrecadação do município poderá ultrapassar os R$ 100 milhões de reais.Avaliou que as previsões para o ano que vem são as melhores, com mais recursos para urgências emergências repassados pelo Ministério da Saúde; repasses mensais da diferença do piso do Fundeb e a partir de abril um aumento dos repasses maiores do ICMS.