Foi encerrada no início da tarde de hoje(13) a operação de busca e apreensão realizada pela Polícia Civil de Santa Catarina junto ao prédio da prefeitura de Abelardo Luz, oeste de Santa Catarina. O trabalho, que contou com  26 policiais  de Abelardo Luz, Xanxerê e Chapecó, teve início às 09h00 da manhã desta terça-feira. O objetivo foi recolher  documentos para permitir as investigações com base em  indícios de fraude em licitação realizada pela prefeitura.<

Conforme informou a  equipe de jornalismo da Rádio Liberdade, que acompanhou toda a movimentação,  a operação foi coordenada pelo Delegado Regional, Aden Claus Ceber Pereira, de  Xanxerê e de Abelardo Luz, João Luiz Miotto. Em entrevista coletiva, Miotto informou que a polícia havia requisitado alguns documentos e como não  foram entregues durante as investigações foi solicitado na justiça um mandado de busca e apreensão dos materiais. “Recolhemos os objetos e agora vamos começar a análise da documentação, mas existem indícios de fraude em processo licitatório”, confirmou o delegado acrescentando que há outras diligências a serem feitas durante o inquérito.

Conforme  o delegado  responsável pelas investigações todo o material apreendido será analisado de forma rápida contando com o auxílio de equipes das regionais de Xanxerê e Chapecó para não prejudicar os trabalhos da administração do município. O delegado ainda informou  que um funcionário municipal testemunhas e o advogado do município acompanharam as buscas e assinaram o termo de apreensão dos objetos. ( foto: Liberdade FM)