O PMN – Partido da Mobilização Nacional está se articulando para a disputa das eleições municipais em Palmas, sul do Paraná. Recentemente formado no município já montou um grupo com pelo menos 14 candidatos ao Legislativo e discute a possibilidade de um nome ao Executivo.

Conforme o presidente da sigla, Leonardo Maito, atualmente o PMN está integrando uma frente com cinco partidos, dentro do que considerou um projeto político novo para o município, citando também nessa proposta o PR, PPS, PP e o PPL.

Após afirmar que estará disputando novamente uma vaga na Câmara, da qual já foi seu presidente, Maito disse que deixou o PSDB entendendo que no PMN teria a liberdade necessária para discutir suas propostas políticas e participar de um projeto diferente.

Avaliou que a frente já tem como pré-candidatos a prefeito, os nomes do agropecuarista, Kiko Pagliosa, do PR e do fisioterapeura, José Maria de Araújo Perpétuo Filho(PPS). “Mais adiante faremos uma pesquisa com alguns nomes do nosso partido para podermos avaliar sobre a participação do PMN na majoritária”, destacou ele. Pela composição partidária já estabelecida, deverão ser lançados entre 50 e 55 candidatos para disputar as 13 vagas ao Legislativo.