O Presidente da República, Michel Temer, fez uma troca no comando do Ministério da Justiça e Segurança Pública. O novo ministro que vai ocupar o lugar de Osmar Serraglio (PMDB-PR), será o jurista especializado em direito eleitoral, Torquato Jardim. A nomeação aconteceu na tarde deste domingo (28).

Nomeado em Março, a expectativa era que Serraglio retornasse para a Câmara, assumindo sua vaga de deputado federal. Mas uma hora após o governo anunciar Torquato como ministro, foi confirmado que Serraglio, vai assumir ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU). Com a manobra, o Deputado Federal, Rocha Loures, se manteve no cargo e com o foro privilegiado, já que ele era suplente.

Loures está sendo investigado pela Operaçaõ Lava Jato, por suspeita de receber propinas do grupo J&F. A Polícia federal Flagrou o parlamentar e ex-assessor de Temer, recebendo uma mala com R$ 500 mil de propina.

Em nota, Temer agradeceu o emprenho do político paranaense. “Ao anunciar o nome do novo Ministro, o Presidente Michel Temer agradece o empenho e o trabalho realizado pelo Deputado Osmar Serraglio à frente do Ministério”.

 

Confira a íntegra da nota:

O Presidente da República decidiu, na tarde de hoje, nomear para o Ministério da Justiça e Segurança Pública o Professor Torquato Jardim. Ao anunciar o nome do novo Ministro, o Presidente Michel Temer agradece o empenho e o trabalho realizado pelo Deputado Osmar Serraglio à frente do Ministério, com cuja colaboração tenciona contar a partir de agora em outras atividades em favor do Brasil.