Após todo o tumulto em Brasília, envolvendo o Presidente Michel Temer (PMDB), o Senador Aécio Neves (PSDB), empresários e demais políticos. O Deputado Federal Assis do Couto (PDT) chegou nesta quinta-feira (19), no sudoeste do Paraná. Hoje (19) ao meio dia, o parlamentar esteve na Rádio Onda Sul para relatar o clima que ficou no congresso, disse que Temer não fica no cargo e não tem mais votação de reformas.

“Tem uma economia com graves problemas, por outro lado tem um poder político apodrecido, caído e que não consegue encontrar o caminho. O Temer não vai ficar muitos dias no governo, eu achava que ele renunciava ontem. Pode ser que aguente mais uma semana ou sofra um impeachment. Mas vai haver mudanças”. Afirma Couto.

Com relação as reformas da previdência e terceirização, o governo não têm mais força para continuar com a votação. “A nossa avaliação é que tudo isso sai de pauta. Não tem clima. Nesse momento não é possível que nessa instabilidade faça mudanças na constituição. A nossa avaliação, esse é o lado bom da crise, principalmente em respeito a reforma previdenciário, porque não será levado a cabo por enquanto”. Salienta o deputado.

O envolvimento do Presidente Michel Temer e Joesley Batista, da JBS, foi publicado pelo Jornal “O Globo”, na noite de quinta-feira (17). Quando gravações feitas Pela Polícia Federal apontavam o presidente validando a compra do silêncio do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, o qual permanece preso em Curitiba.