A Câmara de Vereadores de Palmas, sul do Paraná, profundamente marcada nestes últimos anos por uma série de acusações e procedimentos judiciais por descumprimento de regimento e por ações de improbidade administrativa, foi palco de mais um episódio na sessão de segunda-feira à noite(01).

Os vereadores Alberto Thaler(PTB) e Wilmo Rodrigues Correia da Silva(PMDB), presidente interino da Casa, se envolveram num bate boca e, conforme alguns presentes, até mesmo em tentativa de agressão física, em determinado momento da discussão acalorada, contundente e marcada por palavras de baixo calão.

O estopim da briga foi a manifestação proferida por Thaler – Abe da Tirol – que criticou o atual presidente por uso indevido de programa radiofônico para tecer comentários que no seu entendimento “só fala merda”.(substantivo que representa o excremento humano, a bosta, vulgo cocô).

“Você utiliza a Rádio Câmara para fazer politicagem, para criticar os outros. Seja homem e cite na minha cara. Seja homem, que o senhor não é, e cite na minha cara, seu sem vergonha”, esbravejou Thaler em plena sessão. Vereador Wilmo retrucou dizendo que isso incorreria em Decoro. “Isso dá decoro parlamentar. Alberto Thaler, respondeu: “ Mas e daí, acho que estou preocupado. Vai se catar”. Para finalizar a cena, o nome de Deus foi utilizado em meio a confusão, com as seguintes palavras: EM NOME DE DEUS ENCERRO A SESSÃO!

A Rádio Club AM transmitia ao vivo sessão, como ocorre todas as segundas-feiras. Ouça as manifestações dos dois vereadores.