Dos deputados federais paranaenses que assinaram a Carta de Palmas nas eleições de 2014, pelo menos quatro manifestam-se contrariamente à reforma da Previdência. No entanto, alguns apontam que votariam a favor, caso o Governo realizasse ajustes no projeto.

Em 2014, dos candidatos que assinaram a Carta de Palmas, onde  constam comprometimentos para ações direcionadas ao desenvolvimento do município Sul paranaense e sua região, sete foram eleitos à Câmara Federal: Aliel Machado (REDE); Fernando Giacobo (PR); João Arruda (PMDB); Leandre (PV); Osmar Serraglio (PMDB); Valdir Rossoni (PSDB) e Zeca Dirceu (PT).

Rossoni ocupa atualmente a chefia da Casa Civil do Paraná, sendo a sua vaga ocupada por Osmar Bertoldi (DEM). O peemedebista Osmar Serraglio foi nomeado ministro da Justiça e quem assumiu a vaga foi Rodrigo Rocha Loures, também do PMDB e que também assinou a Carta de Palmas.

Até o momento, o placar da reforma da Previdência entre os representantes palmenses é:

Aliel Machado – Contra

Zeca Dirceu – Contra

João Arruda – Contra, com ressalvas

Leandre – Contra, com ressalvas

Rocha Loures – A favor

Giacobo – Indeciso