A líder da bancada do PT, deputada estadual Luciana Rafagnin, subiu à tribuna nesta terça-feira,2, para cobrar do governador Beto Richa o cumprimento de emendas destinadas à área da Saúde. Em abril, a Assembleia Legislativa devolveu aos cofres do Executivo R$150milhões, que seriam destinados à infraestrurura e aportes na saúde. “O governador não vem respeitando o acordo de aplicar os repasses em benefício do povo do Paraná. Nosso voto de repúdio, nosso protesto. Queremos mais transparência no que foi acordado com as economias feitas por esta Casa”, disse Luciana.

A cobrança de Luciana foi na contramão de uma denúncia infundada feita pelo deputado Elio Rusch(DEM), na qual a presidenta Dilma teria cortado repasses para o Paraná  na construção da segunda ponte sobre o Rio Paraná( Binacional na BR 277) e  trechos rodoviários no Estado. Na verdade  foi remanejado no Orçamento do Dnit no Paraná o valor de R$43.900 para a conclusão das obras do Contorno Norte de Maringá, prevista para agosto.

Pedágio – Sobre os protestos de caminhoneiros  e bloqueios em rodovias que protestam contra os altos preços das tarifas de pedágio e dos combustíveis, Luciana criticou as concessionárias de pedágio que cobram valores abusivos pela tarifa no Paraná. “Que o governo exija que as concessionárias cumpram os contratos de pedágio . Nos somamos aos protestos do povo do Paraná e as caminhoneiros”, disse.