O prefeito de Ampére, Hélio Alves (PDT) não será candidato a reeleição nas eleições de outubro. A decisão foi confirmada nesta terça-feira (22) pelo próprio Hélio em entrevista à Rádio Onda Sul FM, de Francisco Beltrão. Conforme ele, a decisão foi tomada após conversa com a família que se mostrou resistente a uma nova disputa.

Hélio Alves admitiu não estar chateado com essa decisão, pelo fato de ter encontrado na família o apoio ao longo desses anos na vida pública, seja como vereador ou nos últimos anos como prefeito. “ Um homem não é nada sem o apoio da família, não adianta concorrer à reeleição e depois procurar eles (a família) para chorar no ombro, por que daí vão falar que tinha avisado que não era para ir. Então prefeito assim, sempre tive o apoio deles nas eleições que disputei e, ao mesmo tempo, teve o respaldo deles para chorar e desabafar, por isso quero continuar tendo essa confiança, em nome disso é que retiro meu nome da disputa”, revelou.

Apesar dessa decisão, Hélio Alves garante que não deve se afastar da política. Pretende ajudar o ex-senador Osmar Dias numa eventual campanha ao governo do Estado, bem como ajudar a população de Ampére de outra maneira, como sempre fez.

O prefeito também enalteceu as obras e realizações de sua gestão, afirmando que muito ainda será feito até o final desse ano de 2016. Citou o asfaltamento de ruas, apoio aos agricultores, aos comerciantes e melhorias nos setores de saúde e educação. “ Fizemos coisas que Ampére nunca teve, isso me orgulha muito”, frisou. Quanto a seu substituto preferiu não arriscar, apenas adiantou que a maioria dos partidos que compõem a base de sustentação da administração estão apresentando pré-candidatos e que na hora certa um desses nomes será oficializado para a disputa.

Hélio Alves (PDT), prefeito de Ampére. Foto: Arquivo prefeitura
  • Compartilhe no Facebook

Hélio Alves (PDT), prefeito de Ampére. Foto: Arquivo prefeitura