??????????
  • Compartilhe no Facebook
A candidata do PT ao governo do Estado, Gleisi Hoffmann participou do Tá na Mesa, promovido pela Associação Empresarial de Francisco Beltrão, quarta-feira à noite, no Santa Fé Clube de Campo, quando apresentou suas propostas ao empresariado e a lideranças políticas. A postulante oposicionista recebeu da Amsop (Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná) a Carta do Sudoeste, documento que contém as reivindicações da região e será entregue aos demais candidatos ao governo do estado. Ao mesmo tempo em assumiu compromisso com algumas das reivindicações regionais, como o curso de medicina em Pato Branco, praticamente descartou o aeroporto regional. Um resumo do documento foi apresentado em vídeo no início dos trabalhos. Além de lideranças empresariais, deputados e prefeitos da região participaram do encontro. Após apresentar seu plano de governo por meia hora, Gleisi respondeu a perguntas formuladas pelo público.
A senadora falou que pretende implementar um novo modelo de desenvolvimento, com planejamento a curto e longo prazo, envolvendo a sociedade. “Quero implantar o PAC Paraná, nos moldes do programa que está sendo executado pelo governo federal. A versão estadual contemplaria grandes investimentos na rede estadual de ensino e nas rodovias e estradas da produção. A candidata elogiou as lideranças regionais pela elaboração da Carta do Sudoeste e também pelo Plano de Desenvolvimento Regional. “Com isso, o Sudoeste sai na frente, definindo as suas reivindicações com clareza”, enfatizou.
A senadora petista enumerou diversos programas que desejar executar, destacando a criação do governo digital, fortalecimento do ensino profissionalizante,esforço para implantar o ensino integral. Também destacou que pretende num eventual governo, dar apoio especial às micro e pequenas empresas, “com isenção total de impostos”. 
Entre as metas que pretende executar, Gleisi falou da valorização ao produtor rural, com incentivo à produção de leite.
“Foi um evento muito bom, dentro do que planejamos”, destacou Marcos Guerra, presidente da Acefb. Ele lembrou que no próximo dia 4 de setembro, o convidado é o governador Beto Richa (PSDB) e no dia 11, Roberto Requião (PMDB).