Passados os pleitos eleitorais geralmente os materiais de campanha  são guardados ou descartados. Em Palmas, sul do Paraná, as frases propagandísticas dos dois principais  candidatos estão sendo resgatados, diante do quadro de indefinição gerado por processos na Justiça Eleitoral. Fica João ou Volta Hilário?

Uma definição quanto a permanência ou afastamento do prefeito, João de Oliveira(PMDB) e do vice, Nestor Mikilita(PTB) de seus respectivos cargos só deverá ocorrer na próxima semana. A situação se estabeleceu por conta da decisão da Justiça Eleitoral que manteve a cassação de ambos em novo julgamento, em processo em que são acusados da prática de compra de votos nas eleições municipais que os levou à vitória em 07 de outubro.

Embora  seja conhecido o resultado do julgamento do na última quarta-feira(31) os prazos passam a contar a partir da próxima segunda-feira(05) quando ocorrerá a  publicação oficial do Acordão. O TRE/PR acolheu e reconheceu parcialmente as ações de Embargos à decisão do Tribunal.

Conforme explicou a advogada, Vânia Reis Deretti,  no  entendimento da parte  o prefeito  e seu vice poderão ter que  deixar o cargo tão logo a juíza eleitoral da Comarca  seja comunicada da decisão do TRE. Nesse caso estariam assumindo o cargo, provavelmente na quarta-feira(07), os segundos colocados no pleito o ex-prefeito, Hilário Andraschko(PDT) e o vice, Luis Fernando Reis de Camargo(PSDB).

Entretanto, até lá  poderá ser apresentado um Recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), visando reverter a decisão de âmbito estadual. Caso essa possibilidade jurídica se concretize, o atual prefeito João de Oliveira, aguardaria o resultado do processo permanecendo no cargo.Ouça a explicação da advogada sobre o caso.

O Portal RBJ entrou em contato com o ex-prefeito, Hilário Andraschko na manhã dessa sexta-feira para se pronunciar sobre o quadro político estabelecido com a decisão do tribunal. Salientou que por orientação de seus advogados no processo, não iria se manifestar publicamente até que houvesse  a oficialização do resultado  na próxima semana. Da mesma forma não iria se posicionar em relação a possibilidade de estar assumindo a prefeitura na próxima semana. “ Tudo que eu falar agora é suposição, por isso prefiro aguardar”, disse Andraschko.