Na oitava semana de exibição, o quadro “Os Prefeituráveis” da Rádio Onda Sul FM recebeu nesta sexta-feira (26) o ex-vereador, Jocemar Roberto Madruga (PDT). Nesse quadro, a emissora abre espaço em sua programação jornalística para entrevistar os prováveis candidatos a prefeito de Francisco Beltrão nas eleições de 2020.  A intenção da emissora é desde já, promover um debate e tornar a população ciente dos prováveis nomes e propostas.

O quadro vai ao ar as sextas-feiras, as 09h15, e cada convidado tem direito a 10 minutos de entrevista, com a oportunidade de responder dois questionamentos. Antes de Jocemar Roberto Madruga, foram entrevistados, o Vereador, Leo Garcia (PSC), Vereador, José Carlos Kniphoff (PDT), o ex-vice-Prefeito, Eduardo Scirea (PT), o Vereador, Aires Tomazoni (MDB), o Odontólogo, Talles Vanderlinde (Partido Novo), o Advogado Fernando Biava (Patriota) e o Engenheiro Civil, Ademir Schwartz (atualmente sem partido).

– O senhor gostaria de disputar eleição para Prefeito?

“Dentro do PDT, partido ao qual sou filiado tem outros nomes que também estão sendo cogitados como possíveis candidatos. Eu, aqui, não quero assumir publicamente que sou candidato, por que todas as vezes que eu tive a oportunidade de dizer que era candidato, eu sempre cumpri com a palavra, até por que eu só serei candidato se nenhum membro do meu partido for candidato. Caso o partido não tenha nenhum nome, eu não irei me acovardar, assim como nunca me acovardei em nenhum momento da minha vida. Se o partido não tiver ninguém e precisar de alguém para representá-lo, eu estarei à disposição!” Afirma, Madruga.

– Caso seja eleito Prefeito de Francisco Beltrão, o que o senhor acha que o município está precisando hoje?

“Em poucos minutos é muitos difícil falar nas propostas para todos os setores. Mas quero focar no que está mais assolando, complicando a vida das pessoas em todo o Brasil e que reflete também aqui em Francisco Beltrão, que é a questão do desemprego. Temos que redescobrir qual é o nosso perfil econômico, ou seja: aquilo que a gente produz, o que produz, pra quem produz e até quando vamos produzir, devemos saber disso para que de forma organizada e responsável, possamos elaborar um projeto de desenvolvimento econômico para Francisco Beltrão que obviamente venha gerar emprego e renda para o nosso povo. Para isso devemos fazer um grande debate com os setores organizados da sociedade, entre Associação Comercial, Sindicatos, Associações de moradores, Associações de bairros, universidades públicas e particulares, precisamos trazer essas entidades para o debate. As universidades tem vários estudos e pessoas técnicas que podem elaborar um projeto de desenvolvimento, com propostas políticas de acordo com a realidade do nosso município. Para isso precisa ter autonomia, liberdade e liderança do governo para tratar essas questões, quanto na área rural quanto na área urbana, desenvolver políticas públicas para as empresas que já estão com atividade econômica, como também atrair pequenas, médias e grandes empresas para a nossa cidade para gerar emprego e renda. Para isso, precisamos ter a maturidade e a responsabilidade para fazer esse debate”.

Confira a entrevista na íntegra: