O ex-prefeito de General Carneiro, Sul do Paraná, Ivanor Dacheri (PRP) foi condenado pela Justiça pelo uso de meios de comunicação oficiais para autopromoção. Em sentença proferida pelo juiz Luis Mauro Lindenmeyer Eche, o ex-gestor divulgou programas, serviços e campanhas de sua administração no site oficial da prefeitura durante o período eleitoral, em 2012, o que é proibido.

O magistrado afirma ainda que além de veicular publicamente os atos, eles não tinham caráter educativo ou informativo, não levando aos munícipes informações de interesse social. As publicações continham nomes, citações e imagens não permitidas, os quais não identificavam o município, mas, sim, uma determinada pessoa política, que foi chamado pelo juiz de marketing político.

A ação civil pública foi ajuizada pelo Ministério Público de União da Vitória, pela prática de atos de improbidade administrativa. Dacheri esteve à frente do Executivo de General Carneiro entre 2009 e 2012. Ele foi condenado a pagar multa de 30 vezes o valor que recebia à época que era prefeito, cerca de R$ 11 mil. O valor deve ser corrigido pelo valor da inflação no período e acrescido de juros de 1% ao mês.

O ex-prefeito ainda teve os direitos políticos suspensos por três anos e está proibido de contratar ou receber benefícios do poder público pelo mesmo período. Ele informou que irá recorrer da decisão.