Na última segunda-feira (30), o Sindicato Patronal Rural e outras entidades apresentaram à Câmara de Vereadores de Clevelândia, a proposta de iniciativa popular que visa alterar os valores que são pagos aos parlamentares clevelandenses.

A ideia surgiu de reuniões entre a diretoria do Sindicato, que através de ofício encaminhado à diversas entidades, convidou representantes da sociedade clevelandense para discussão em torno de um Projeto de Lei de iniciativa popular, que, inicialmente, visava a retirada da remuneração dos membros do Legislativo municipal.

+ Iniciativa popular pretende extinguir salários de vereadores de Clevelândia

Na sessão ordinária desta semana, os vereadores de Clevelândia repercutiram reportagem da Rádio Club de Palmas/RBJ o sobre projeto. Ao fazerem uso da tribuna, muitos contestaram a proposta, manifestando-se contrariamente à ideia.

+ Iniciativa para fim de salários de vereadores em Clevelândia é contestada na Câmara

Entretanto, o projeto terá continuidades, garante o presidente do Sindicato Rural, Ari Reisdoerfer. Em entrevista à Rádio Club nesta quinta-feira (03), afirmou que as entidades que integram o movimento estão seguindo com as discussões e a estimativa é de que até o inicio de novembro, o projeto esteja formalizado para ser entregue à Câmara.

Salienta que, após reuniões e o encontro com os vereadores, a tendência é que o projeto seja alterado para, ao invés da extinção total, a redução dos subsídios dos legisladores para um salário mínimo, citando exemplos de outras Câmaras do Estado que adotam esse valor.

Ouça a entrevista no player abaixo: